29 de abril de 2009

Presente querido professor!

A educação pública do Brasil está ótima. Aliás, sempre foi. Muitos alunos tiram as melhores notas nas avaliações de desempenho e muitos constam nas listas de aprovados nas universidades.
- desligando modo irônico-

Eu tenho uma tara pela ironia. Ainda mais quando o assunto é a qualidade do nosso país. Educação, políticos, segurança e derivados. É mais forte que eu. Mas vamos ao que interessa.
"Dados divulgados ontem pelo Ministério da Educação apontam que apenas 8% das escolas tops do país no ensino médio são públicas. Considerando as escolas públicas "convencionais" (excluindo as profissionalizantes, as ligadas a universidades ou que fazem seleção para ingresso), a melhor unidade da rede ficou na posição 1.935 do ranking.O colégio é estadual do Rio Grande do Sul e sofre com falta de professores." - Site Folha Online.

Às vezes até parece mentira. Como o país do Presidente que é "O Cara" tem uma qualidade de ensino tão baixa assim?
Com certeza não devemos comparar a escola pública com a privada. Mas o que diferencia a qualidade de ambas? Não está no fato de uma ser paga pelos pais e a outra mantida pelo Governo ou Município. Sabemos que não, pois o aluno que estuda a vida inteira na escola particular, está estudando para o quê? Passar em uma Universidade boa de preferência federal ou estadual que é mantida pelo governo.
Soa meio estranho, pelo menos aos meus ouvidos, o aluno que estudou na escola mais cara desde os 8 anos ter o sonho de estudar em uma universidade, como por exemplo USP, estadual, gratuita e do estado de São Paulo.
E porque o governo dá tanta prioridade as universidades sendo que a educação principal é aquela que vêm antes do ensino superior?
É uma vergonha que exista cotas para alunos de escolas públicas em algumas universidades do país. Infelizmente é uma ação de grande serventia, mas seria muito mais honroso ser aluno de escola pública e passar no vestibular com o esforço que teve durantes todos esses anos e não porque o governo deu um empurrãozinho.
Mas e agora, o que faz a escola pública cair tanto no conceito “educação de qualidade"? Professores? Família? Excesso de alunos em sala? Estrutura da escola? Material didático? Método de avaliação do aluno?
Eu estudei em escola pública e privada. Na privada a média no boletim escolar era 7.0. Na escola pública era 5.0. Eu tenho certeza que se essa escola aumentasse a média para 7.0 o número de alunos reprovados iria aumentar em uma terrível porcentagem! E confesso que não foi muito fácil para se encaixar no ritmo de estudos da escola. O inglês era muito mais aplicado e eu tinha aula de música.

Não estou aqui para estabelecer um plano para melhorar o ensino do Brasil. Quem sou eu para isso. Mas eu gostaria muito que "o todo poderoso chefão" abrisse mais os olhos e desse mais atenção para a qualidade de ensino das escolas públicas. Melhorar os professores, os diretores, estabelecer novas regras de ensino e métodos. Livros mais completos e atualizados. E tantas outras pequenas coisas que se tornam enormes!

E bem que um dia a escola pública brasileira poderia se tornar a mais procurada com direito até de uma avaliação do aluno antes de se tornar parte da escola.
Ah gente, sonhar é uma das únicas coisas que agente pode fazer sem pagar nada!
;**


15 Turistas:

Taina Mortari disse...

É amiga, mas é esse ai o grande truque do nosso amado governo, fingir que oferece uma Educação ó... pro povo sair da escola mais burro do que entrou!
Pq só assim mesmo, só sendo muito burro pra votar em quem nos dá um "bolsa familia" como se tivesse nos fazendo um favor, sendo que a obrigacao de quem tá la em cima, no poder, é proporcionar uma sociedade justa, onde todos trabalhem e tenham condições de se sustentar, sem precisar das esmolas do papai LULA!

afff, politica fede!
o dia em que o governo realmente der valor a educação, ai sim esse Brasil vai pra frente!

Esperemos né..

bjooo amiga!

Ivi Derzi disse...

Educação aqui é difícil, viu?
Acho que sao tantos problemas que envolvem a educação no Brasil e tanta má vontade...Depois pra compensar a defiência brasileira na educação surgem as cotas e etc...

Gostei do post!

Ah, tá linkada também :)

Beijo ;*

Rafael disse...

Ligações perigosas
Governos gratuitos
Prioridades oníricas
Que aumentam a educação prioritária dos chefões da terrível porcentagem qualitativa rítmica oi tudo bom

D.Ramírez disse...

Primeiro agradecer a forma carinhosa e emocionte que falou do las Tiritas. Sem palavras, de verdade, muito obrigado. Será sempre, muito bem vinda, tenha certeza disso. Seu blog, também me gusta, e mucho. Acredito que essas descobertas so nos faz crescer e descobrir coisas que nos surpreende, como aqui.
Quanto ao estudo público, uma lástima isso acontecer.
Mas para os bandidos lá do centro oeste, e em cada cidade desse país, é melhor e mais fácil liderar ignorantes doque sábios. Essa frase, acho que do presidente Roosevel, se não me engano, é a única frase que esses politos aprenderam até hoje.
Muito feliz que foi lá me ver, pois te encontrei aqui.

Besos

Suzy disse...

Acho q isso vai ser pra sempre...não acredito q mude!
A idéia sempre foi: quer estudar e aprender? então vá para uma escola particular, se não fica aqui msm!
Acho q se o seu sonho e o de mtas pessoas não se realizarem de ter um país com uma educação publica melhor, vou ter q começar a economizar pra pagar uma escola pro Vi!!!

Ps: Ele ja tem um cofrinho, e tem 70,00! (pow ele tem 6 meses só já é uma boa graninha)

Te amo amiga! Boa Sorte sempre!!!!

.: Juliana :. disse...

huahuahua.... eu quis demonstrar no meu blog que gosto muito de uma amiga. Ai falei que estava meio emo/gay, de tão melosa que fui, entendou? risos.

Gostei do seu blog.

;)

iilógico disse...

tenho um amigo suiço, viajado pela europa, states, que diz:
"só existem duas coisas que fazem um país ser grande; escola e saúde. é só isto e a onda vem atrás!

Max Psycho disse...

gata com todos os problemas existentes, eu ainda prefiro o Brasil acima de tudo

Dahare :* disse...

Tem meme pra você no meu blog. :D
Beijinhos!

Juh Lima disse...

Acho que a Educação no Brasil é uma verdadeira farsa! Eles apontam vários números, que na prática não existem! Gostei da irônia, combinou com o tema! :)
Beijocas

Patrícia disse...

Fiz o meu ensino fundamental todo em escola pública. Foi o lá o que me tornei o que osu hoje. Tinha um conceito da qualidade da escola, que não é mais a mesma, mas significou muito mais do que o EM em escola particular.

Sim, quando à caveirinha, tem relógico digital de todo jeito pra escolher no site http://www.clocklink.com/

:)

Thaís A. disse...

COMO ASSIM VOCÊ SÓ PESA ISSO? :O Meu Deus, que raiva x.x HAHA.

Adorei o post e ri muito com essa charge. Concordo com você, como um país que tem um presidente que foi considerado O cara, pode ter uma educção tão ruim assim?

Vou te linkar, ok? :D

Priz disse...

pura merda esse ensino atual, mas eu também tenho tanto a reclamar e bombardear tudo e conté lado..
to saindo de uma particular agora e voltando pra uma pública, a minha de antes da particular... e agora to malhando encima da particular..
enfim, é uma coisa de pinga pinga em busca de ensino de qualidade que eu vou te contar hein!
vou ficar por ali mesmo e ver se consigo estudar por conta própria e entrar em alguma universidade..

beijo,ótimo feriado pra ti

Nathália disse...

Tentei comentar aqui mais cedo e o blog não estava indo com a minha cara. Hahaha

Bem, sou totalmente contra o sistema de cotas.
É muito mais fácil pro governo dar um empurrãozinho pros alunos de escola pública passarem pruma faculdade - sendo que muitas vezes eles não conseguem se manter lá dentro - do que realmente investir pesado na melhoria da educação.

Além do mais, é dinheiro que sobra, né?
Se eles investirem na educação como deve ser feito, não vai sobrar muito pra eles desviarem pros seus respectivos bolsos.

Beijo.

Cary disse...

eu concordo em numero e grau com T-U-D-O o que vc disse nesse post, que por sinal está incrivel *--* muuuito bom o seu blog, e gostei do lay tbm :D continue assim, escreves muito bem ~))
PS: te linkey, tudo bem ?