1 de abril de 2009

Quem nasceu pra malandragem não quer ser Doutor!


Ser professor nos dias de hoje não é pra qualquer um não. Professor hoje em dia tem que atuar também como psicólogo, psiquiatra, pai, mãe, saber alguns golpes de defesa e ter Seguro de Vida. Sinceramente, eu acho que o maior erro dessa falta de respeito com o professor não está no aluno, nem nos pais e nem no professor. Tudo bem que cada um contribui com a sua parte, mas o maior erro está na sociedade. Nessa sociedade carente de leis e de capacitação profissional. Nos exemplos que ela passa. Na velocidade que o mundo vem crescendo. Eu ainda acredito que a malandragem vem de berço, mas a sociedade erra, porque ao invés de mudar isso, ela estiga ainda mais essas as atitudes.
Nos tempos de meus pais, o professor era “a lei” da sala. Hoje, os alunos que se ditam as regras. E a regra é não ter regras. E se isso é falta de disciplina dentro de casa, cabe ao professor preencher esse espaço vago que fica na educação do jovem. Se educar é crescer, primeiramente o professor precisa crescer (e muito) para educar.
Escola estressa! Por isso as aulas deveriam ser mais dinâmicas, o professor deveria se tornar amigo do aluno e buscar a confiança dele. Às vezes um conselho pesa mais do que um xingamento ou um apagador na cabeça. Atitudes grosseiras só vão gerar atitudes grosseiras. Penalidades devem existir sempre, mas deve-se saber quando aplicá-las e como aplicá-las.
Mais respeito aos professores? Sim! Mas mais respeito aos alunos também. Assim um educa o outro e todos crescem juntos.
Pauta para a revista Capricho: Mais respeito aos professores?
ps: mudei o desenho principal temporariamente, como estou sem tempo de fazer muita coisa, aos poucos vou concertando e ajeitando
;*

24 Turistas:

Ivi Derzi disse...

Assino embaixo!
Acho que educação vem de casa. Muitos pais deixam a educação por conta da escola, e isso prejudica não só o aluno, mas o professor também, que muitas vezes não tem o seu valor reconhecido. Acredito que daqui uns anos professor vai ser uma profissão extinta, poucos corajosos se aventuram nessa carreira tão importante mas não reconhecida a sua altura!

Gostei do texto!

Beijo ;*

Marina Melow disse...

Concordo.
Eu estudo para ser professora. Me entristece saber que hoje em dia é uma profissão tão desvalorizada, quando é de suma importância.
Nas escolas públicas então, a falta de respeito é uma marca. A falta de organização é evidente. E eu posso dizer, pois estudo em escola pública. Os professores faltam, não dão nenhuma satisfação sequer para nós alunos.No 1º ano fiquei o ano inteiro sem professor de matemática, e no final do ano o que aconteceu? Fiz um trabalhinho de primário e passei para o 2º ano tranquilamente. Os professores ficam de licença, ninguém se preocupa em por outro no lugar,e o mais engraçado, faltam quando bem entendem. A minha prof. vai viajar para comemorar 21 anos de casado e vai faltar dois dias, e nós como ficamos? Uma verdadeira desordem. Lamentável....

Lomyne disse...

É por causa dessas coisas que tem razão meu professor de didática de ensino superior: ninguém quer ser professor, mas o problema maior não é a grana.

Bruna disse...

Hum...com certeza!

a educação se constrói a partir do momento em que todas colaboram para que isso aconteça!

belo texto!!

;)

Jééh ! disse...

eu sou professora de informatica.
e concordo com tudo que disse =)

bejooo!

Luan Fernando disse...

Realmente, ambos tem que se educar novamente, e viver em harmonia, mas acho que só alguns professores e alguns alunos tem essa opção ainda, muitos outros não vão nunca evoluir novamente.

Max Psycho disse...

ja houve um tempo em que era glamuroso ser professor, hoje em dia, é lamentavel, infelizmente, bjus gata e parabéns pelo texto

Menina Nina disse...

Os professores hoje são desreipetados principalmente pelo governo que paga uma salário miserável a essa classe.
quanto aos professores de antigamente, acho que o respeito que eles tinham em sala de aula não se devia ao simples fato de terem autoridade e sim pq eles agrediam as pessoas. Não estou defendendo a atual situação deles (como disse no começo, é vergonhoso o salário que o governo paga), mas ter respeito a base de palmatória, qualquer um tem!

Marina Melow disse...

Dai, como me torno uma colaboradora do TDB?

Beijos! =]

Talita Corrêa disse...

Pois é... hj em dia ñ há respeito nem com os pais, quem dirá aos professores =/

Triste, não?

Bjooooos!

Aline disse...

Eu que o diga! Na verdade, minha mãe...ela é professora de escola pública e passa por cada uma que você nem acredita. Ainda que minha mãe é uma das mais respeitadas porque tem outras coitadas que saem até correndo de desespero! Devia ser crime!

Beijos

Taina* disse...

O texto não poderia expressar melhor a opinião, não só minha, mas de forma geral. Que a educacão vem do berço, é óbvio. Que chance um professor tem de ser respeitado por um aluno que malemá respeita o pai e a mãe? Mas a "educação" vai muito além de se exigir esse respeito a qlqr custo, bem como vc disse, a escola, e os professores, deveriam estar sim mais abertos a novas estrátégias de aprendizagem, novas formas de enxergar os alunos e de serem vistos por eles... Nem todo clichê funciona, e essa coisa de "xingamento ou um apagador na cabeça" parece que não assusta mais, né?

amiiiiga, não há como não concordar com as suas palavras, por isso, com aspas ou sem aspas, faço delas as minhas =)

bjoooo, ti amo, viu?

Lari Bernardi disse...

Professor sofre, viuuu...

Por mais legal que ele seja num tem como agradar a todos...

Patrícia disse...

Leis existem, o que não é existe é aplicabilidade delas. Os professores mudando a mentalidade, mudam a vida dos alunos, apesar de todos os ditados do senso comum.

Larii disse...

isso, isso mesmo Daaia!
Parabéns mais e mais uma vez!
concordo mesmo com você!
os pais, tios, avos, seja lá quem for, tem que passar "respeite seu professor" e a pessoa que se forma para ser professor tem que ter na cabeça "respeito com o aluno" se tudo fosse assim, estudar seria uma maravilha nos dias de hoje!
mas, como não é assim...
o jeito é aproveitar o maximo o estudo que lhe é dado!

Beiiijão Daia! ;*

Lomyne disse...

Eu voltei e vc anda meio fora, né????

Deisy disse...

hoje em dia ta meio complicado ser professor... principalmente em escola de 1 grau...
infelizmente, pois ser professor é uma porfissao muito importante...


boa semana moçaa

bjss

Camila M. Schuch disse...

Sempre sonhei em ser professora e ainda não descartei a hipótese, mas, hoje em dia, é difícil.

Realemente, penso muito no assunto, só que não acho onde está o erro!


Beeijos

Natalia disse...

Vim agradecer a visita. volte sempre :)


'Gentileza, gera gentileza'. Também acho que educação tem que ser dada primeiro em casa, mas se o aluno chega na escola e percebe que tudo é diferente, as coisas não funcionam.
Agora é moda aluno agredindo professor, vão inverter as vítimas da palmatória...

Mas esse negócio de educação é muito pano pra manga.
Acho que não há (mais) maneiras de reverter o caso 'pacificamente'. Do jeito que está, só sendo radical mesmo.
É professor reclamando, aluno mais ainda... E os pais, então?!

TORCIDA JOVEM PAPAGAIOS disse...

maneiro o blog...
o layout ta bom...
www.mafiadospapagaios.blogspot.com
xau bjo fui

Nathália Monte ;D disse...

ow..os prfessores!deviam ser bem mais respeitados..nos fazem ser o que somos..
mas..ow sociedade medíocre!
beijOo ^^

NiNah disse...

Concordo contigo. O ensino começa de casa e vem de berço.
É por essas e outras que penso mil vezes antes de exercer a profissão. Em tempos no Japão é diferente...
Obrigada pela visita no meu canto.
Bjos

Dahare :* disse...

Ih, sei lá.. HSUAHUSH
Acho que foi porque tentei mudar o layout. ;)
Vou te colocar. ;)

Maah Oliveira disse...

nossa... seu texto ficou perfeito para o tema da capricho :)

beeijo =**