11 de maio de 2009

Sexo? Já é!


Já se foi o tempo que os pais chamavam os filhos para conversar sobre sexo. Quando o pai sentava com o filho e dizia: “filho, venha aqui que vamos ter uma conversa de homem para homem agora”.
Os jovens de nossa geração são os mais bem informados de todos os outros tempos. Nossos pais não tinham aulas de sexologia na escola, não tinham uma mídia bem informada. Hoje, já aprendemos sobre sexo desde cedo. Camisinha e métodos contraceptivos, sobre gravidez e doenças sexualmente transmitidas. Lembro como se fosse hoje de quando eu estava na 4ª série, dos filmes, das palestras e das apostilas sobre sexo, isso na faixa etária dos 10 anos! Absurdo? Uma pesquisa da Unesco diz que atualmente os meninos começam a ter uma vida sexual ativa entre os 13 e 14 anos e as meninas aos 15. E então, porque não aos dezessete, aos dezoito, e aos vinte, trocar informações com as amigas sobre posições eróticas, sobre qual o melhor tipo de sexo, ou até mesmo fazer aquela comprinha básica em um "sex shop"?
Sei que mesmo hoje, muita garota preserva a virgindade como jóia... e sexo? Só depois do casamento! Não que é pra sair dando pra qualquer gostosão que pintasse no pedaço, mas sexo hoje em dia é tratado com mais normalidade e é indispensável em algumas ficadas, principalmente aquelas duradouras. Sexo depois do casamento é coisa que a igreja impõe, quem segue a risca não está fazendo mal algum, mas quem prova antes com todo o cuidado possível também não. Aliás, faz um bem danado isso sim, principalmente quando é com amor. Um clichê que nunca vai mudar.
Não converso sobre sexo com a minha mãe abertamente, mas mãe não é burra e então ela saca as coisas e dá um jeito para me fazer perceber algumas coisas que ela quer que eu saiba. Aliás, burra eu também não sou.

Mas e pra vocês, sexo ainda é um tabu?

Pauta para o site da Capricho.

37 Turistas:

. Larii. disse...

nossa Daia,
eu tenho essas palestras até hje, meu da até raiva, tanta coisa que poderiam passar em vez de palestra sobre sexo, tipo, pra mim serve como ponto, ahh vamo pula o muro da escola e ir na choperia, é isso que eu e minha turma da escola fazemos quando tem essas palestra, poo é mo pera de tempo, todo mundo tem acesso a net, o q a gente precisa, a gente não vai perguntar na frente de todo mundo... sendo que eu posso pesquisar na net sem ninguém pra ver né,
ixii conversa com os pais, não isso, não existe mais, pelo menos na minha casa, tudo que minha mãe tinha pra me passar, já passou! uffa!
e é isso ai, não precisa ficar esperando o principe encantado pra fazer sexo, e nem precisa espera o casamento, pra que esperar? pra quando ele chegar e vc fica que nem besta sem saber o q fazer?
mas tbm não vai sai dando pra um e pra outro né!?
e sempre, sempre com mtu cuidado gente!

Beijãoooo Daia!

Taiina* disse...

Realmente, a informação tá ai, pra quem quizer ver! Não existe mais aquela desculpinha esfarrada de que fico grávida ou pegou alguma doença porque não sabia que tinha que se prevenir!
A gnt aprende em casa, na tevê, na internet, na escola... lembro até hoje de um seminário que tive que apresentar na 8ª série sobre métodos contraceptivos e tive que por uma camisinha num pepino pra ensinar os colegas como fazia! Coisa que nem eu sabia aushuashauhsus

Acho que sexo foi, é, e vai ser sempre um Tabu! Claro que muuita gnt já não é mais adepta a essa idéia de proibição e tal, mas na cabeça de alguns sempre será assim!

Muito bom o post amiga, beijoo

Bella! disse...

Nunca conversei sobre sexo com meus pais! Mas com minhas tias, professoras, amigas, já. E cara, ODEIO as palestras no colégio. Uma vez, uma mulher falou "MAS VOCÊS MENINAS, PRECISAM CONHECER BEM O SEU CORPO!". Mandou a gente pegar um espelho, e abrir as pernas em cima dele.. Nuas. EURIMUITO!

Samantha disse...

Tenho amigo de quase 20 anos, virgem. E não por opção, porque ele tem os valores dele e acha que se ele fizer isso com outras, oque resta de "exclusivo" para a mulher que ele escolher pra ser sua esposa? Eu não penso assim, mas ele pensa e eu não sou ninguém pra julgá-lo. Cada um, cada um.

E sobre o que a Larissa disse, de que as palestras são dispensáveis: discordo.
EU tive MUITO pouca palestra sobre sexo. Sinceramente, mal me recordo de ter tido mais de duas e que falassem algo mais além de que há camisinha, e anticoncepcional.
Não é suficiente, e nem sempre a pessoa é tão curiosa a ponto de correr atrás disso na internet(antes de fazer a merda.), ou tão paciente pra ficar vendo sobre isso quando passa na tv, porque pode ter algo mais legal pra ela no momento.

Aliás, todo mundo sabe que internet não é o meio mais confiável do mundo. Ainda mais pra pessoas ignorantes.
Imagina se ela abre um site, que uma pessoa mais ignorante que ela escreveu, lê, e sai satisfeita porque "leu na internet"?
Ou que conversou com as amigas, mais burras ainda, e faz isso ou aquilo porque elas fizeram um dia e não engravidaram. Ai, meu Deus! Engravidar depende de tantos fatores...
Já vi cada coisa. Gente que começa tomar anticoncepcional no dia que transou porque tá com medo e acha que vai resolve, gente que toma anticoncepcional de vez em quando e nao diáriamente. Gente que só toma pílula do dia seguinte. Pessoas que pensam que não tem risco algum, nunca, se sempre fizer e na hora de gozar, gozar fora. Lindo, né?
Acho que palestras sobre sexo são legais e necessarias. Ou trabalhos de casa sobre sexo, DST, modos de prevenção, quando a matéria "ciências" entra na parte íntima do corpo.

Fernanda disse...

palestra sobre sexo são nescessarias massss,acho que a gente tem tanta coisa pra aprender além de sexo...mas sobre a pergunta no fim no texto..considero que hoje sexo não é mais um tabu...
e obrigada pela visita em meu blog^^

Max Psycho disse...

me lembro até hoje do dia da minha primeira trelação sexual, cheguei em casa e disse "pai, hoje eu tive minha primeira relação sexual" dai ele disse "que legal filho sente aqui e me conte como foi" eu disse "não dá pra sentar pai, tá meio dolorido ainda" huahauahauhauahauahuahauau

bjus gata linda que eu adoro e lembre-se sexo seguro ou não faça sexo

Thaís A. disse...

Ah, eu lembro que na 5ª série a gente teve aula disso e tal ._. Todo mundo ficava rindo, claro, tudo pequeno, né? HAHA :B

Beijão Da :*

shintoni disse...

Daia:
Tu é figuraça!
Valeu teu comentário no Duelos!
Ri muito!
Abração!

GueGue disse...

OLha, minha mãe nem meu pai nunca conversaram comigo sobre essas coisas. Eu aprendi na escola e tv e amigas, como me preservar e tudo o mais. fui perder a virgindade muito mais tarde que essa maioria ai, eu tinha 18 já!
Bom, aprendemos sempre né, com as amigas... fui numa sex shop esses dias como meu namorado!! ahhaha eu achei o máximo!!!! compramos um gelzinho... bom, deixa quétu né!
hahaha
Beijão lindona!

Egon Henrique disse...

não digo que é um Tabu, mais que é um TABUZÂO kkkkkkkkkkk

nunca tive pai pra conversar abertamente, e minha mãe sempre foi ausente pois sempre trabalhou e nunca tinha tempo, mesmo assim nao falo sobre sexo, mais ela sabe, namoradas vem aqui em casa e tals, tem camisinha na gaveta e ela vê...

isso vai parando de ser escondido e sabe que rola numa boa e com segurança...

daia disse...

guegue... gelzinho? hauauhua já pensei mil coisas aqui =X

Menina Nina disse...

Nunca conversei em casa sobre isso, mas sempre fui muito consciente e para mim, não tem nada de tabu!

Atreyu disse...

Acredite conversar sobre isso com meu pai te faz bolar de rir!!! ...rsrsrsrsrsrsrs....
Não vou contar aqui, mas acreditem é horrííííível! Não consigo prender o riso!

GueGue disse...

aie, para!

Marina Melow - Papo Contemporâneo disse...

Atualmente não é tabu, mas para muitos ainda sim, é algo indecente, depravado. Acho super normal. E não acho virgindidade caretice, acho legal isso, as meninas se preservarem mais. É que eu não sou a favor do sexo casual.
E eu nunca falei sobre essas coisas em casa, mas estou sempre por dentro do assunto, sempre procuro ler, ou conversar com alguém que tenha experiência, sem ser meus pais é claro.


Estes textos do TDB estão ótimos!

beijos!


aqui, eu quero saber como faz pra add o gadget do twitter, eu não achei... =/

Marina Melow - Papo Contemporâneo disse...

poderia ficar aqui até morrer falando sobre o assunto. hehehe! gosto muito!

Gabi disse...

Muito bom seu texto *-*

Poxa, me tirou heim? Usei o termo "aquilo" porque é mais comum mesmo... :)

Lud disse...

nooossa, adorei (:
assim que eu queria que as minhas amigas pensassem. acaba que eu penso desse jeito, mas nao tenho com quem discutir o assunto :x
:*

ZuZy disse...

oooooooooooi daia!!
eu estava fussando outros blogs e não sei como vim parar aki.
Quando ví a foto alí do lado pensei ... eu conheço essa menina...rsrs
Então p/ mim sexo não é tabu não, acho que é uma forma de expressão corporal muito boa por sinal uhauHAuHA, achava o ó aquelas aulas de sexologia, todo mundo ria e as meninas ficavam com vergonha, e os vídeos então? aqueles véios peludos.. arrrgh nada a ver neh,fala sério!
Com meus pais nunca tive um papo sobre o assunto, até porque penso que minha mãe não achava nescessário...
Aos 18 ela achou uma cartela de anticoncepcional na minha bolsa (o que ela tava fussando lá?)e me levou ao médico p/ saber se estava td bem com a minha saúde e se o remédio estava certo, na verdade ela deve ter ficado orgulhosa de mim, apesar da decepção da filhinha dela não ser mais virgem.
Mudando de assunto... ta certo que vc não gosta de coment chichê mas... seu blog tá lindo!!! hehehehe
o layout ficou mto fofo... vc disse que não foi vc quem fez... mas quem fez está de parabéns!
Dá ateh vergonha se vc decidir visitar o meu..
BeejoO

ZuZy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mary West disse...

Queria fazer mais do que escrever.

Patrícia disse...

Quando eu lembro das aulas de "Ciências" na 7º série... eu tinha 12 anos, e morria de vergonha, porque era a "criancinha" da sala. Minha mãe ficou puta por causa destas aulas, ela era totalmente conservadora (comigo né? conselho pros outros era outro negócio!). Hoje, ela age como a sua. O assunto ainda é constrangedor entre nós duas.

Grazi disse...

Me lembro como se fosse hoje do dia que tive a tal conversa, é claro que não foi uma conversa totalmente aberta. Apenas o básico do básico do básico.
Mas nada que o tempo e a experiência não aprimorem rs.
bjus

Grazi disse...

esqueci de dizer, vou te seguir no twitter
bj

YullyAngel. disse...

Sexo é uma questão delicada!
cada um pensa algo a respeito....

gostei do texto ^^
está linkada!

Karen Barbarini disse...

Eu concordo com tudo que você disse e tal, mas nem todo mundo que não gosta de falar sobre sexo está errado nessa vida. Eu, por exemplo, não consigo. Sou tímida, tenho vergonha de ouvir e falar sobre o assunto. Mas sei que tem gente que fala abertamente e tenho até vontade de ser assim. Quem sabe um dia...


www.inkatharsis.blogger.com.br

Camila disse...

Alguns MUITOS pais não conversam com os filhos mas pais como os meus conversam sim! Comigo que tenho 19, com meu irmão que tem 21 e com minha irmã que tem 16 =)
Acho isso bom, e eu também exponho o que penso para eles e isso faz um bem danado pra familia!
SEXO é um tabu sim, tanto do lado QUEM É VIRGEM É TONTO quanto para o lado
TENHO QUE PERDER A VIRGINDADE PRA SER DA TURMA.

beijaoo

Ivi Derzi disse...

Sabe, quando eu descobri o que era sexo fiquei com raiva dos meus pais porque eu achava a coisa mais horrível desse mundo. Eu sou do tempo que as crianças eram crianças mesmo, e que as pessoas davam seu primeiro beijo aos 15 anos, como as coisas mudaram...
De certa forma essa mudança trouxe mais infirmação, menos preconceito, mas trouxe também o início precoce da vida sexual, a banalização...
Sexo pra mim hoje em dia não é um tabu, isso muda de acordo com o tempo, a maturidade...Mas quand eu tiver filhos vou procurar conversar com eles sobre sexo antes que ele descubram na internet o que é! :)

Adorei o post, e tem um selinho pra você no ivilândia!

Beijo querida ;*

A n i n h a a disse...

o engraçado é que eu sei suficientemente bem sobre sexo e quando a minha mãe resolveu que era a hora de dizer que "na primavera as abelhinhas vão de flor em flor..." eu já falei pra ela ir parando que nem tinha necessidade.
Nunca senti falta dessas conversas com a minha mãe, a não ser que se a gente conversasse, eu acho que ela seria mais liberal.
Eu acho até bom que logo cedo se aprenda o que é sexo e como são feitos os bebês e sua prevenção, só que hoje em dia mesmo assim tem um monte de adolescente cabeça de vento que é informada, nova pra burro e já carrega um filho no colo. ¬¬

beiijos daia
arrasou na postagem, amiga!

Isadora disse...

Bom aqui em casa minha mãe sempre foi muito comunicativa e sempre conversa sobre sexo e outras coisas.
Na escola também sempre teve palestra e talz.
Só que hoje em dia as coisas tão bem mais aceleradas néh e olha que nem sou velha rs
por um lado isso é bom porque crescemos já entendendo bem as coisas, mas por outro o sexo acabou se tornando algo pra se amostrar , pra você ser popular isso não é legal!
mais cada um tem uma cabeça néh
mais pra mim não é um Tabu não!

bjs

Isadora disse...

Bom aqui em casa minha mãe sempre foi muito comunicativa e sempre conversa sobre sexo e outras coisas.
Na escola também sempre teve palestra e talz.
Só que hoje em dia as coisas tão bem mais aceleradas néh e olha que nem sou velha rs
por um lado isso é bom porque crescemos já entendendo bem as coisas, mas por outro o sexo acabou se tornando algo pra se amostrar , pra você ser popular isso não é legal!
mais cada um tem uma cabeça néh
mais pra mim não é um Tabu não!

bjs

L&L-Arte de pensar e expressar disse...

gostei do seu blog parabens quando der visite o meu www.palavrasarteblablabla.blogspot.com

Dani disse...

Gostei do texto!
Hoje em dia a informação circula bem mais rápido, e mesmo crianças já possuem uma vasta informação sobre sexo.

Só é burra quem quer né? :)


Beijinhos :**

Natalia disse...

Pois é...
Lá em casa 'teoricamente' sexo não é tabu. Mas se eu disser que não sou virgem vou ouvir aqueeeele sermão.
O importante é a responsabilidade, e cada um faça aquilo que achar melhor.
Mas ainda penso, que esse monte de informações é um tanto responsável pelo número exacerbado de meninas grávidas. Nem sempre informação demais é bom... Informar sobre métodos preventivos é muito importante, mas não é a única coisa a se fazer.

:)

Nathália Monte ;D disse...

sexo..coisa tao boa e simples..que os pais gostam de complicar!!kkk
beijO chuchu :D

Nathália disse...

Comecei minha vida sexual aos 15 e hoje, cinco anos depois, um dos meus assuntos preferidos é sexo.
Não falo sobre isso com a minha mãe, não sou muito chegada a ela.
Mas com as amigas falo o tempo todo. Hahaha
Sempre é bom aprender ou ensinar coisas novas. E até inventar.
E sex shop é um lugar ótimo, não acha?

Beijo!

Keel Diniz disse...

Nunca conversei com meus pais sobre sexo.. e cá entre nós..>eles tbm nunca chegaram para conversar<.. Sóooo agoora nos meus vinteepoucosanos que ela resolve falar sobre sexo.. quase que pergunto p/ ela: o que a srª quer saber?!.auhuah. mas aí jah seria sacanagem neh.. rsrss.. mas hoje em dia até as crianças estão passando a perna nos adultos.. conheço um menino que tinha uns 8 a 9 anos e ficava espalhando p/ todo mundo que não era mais virgemm.. tamanho pirraaalhoo.. =O
fala sério heinm.. o mundo mudouu!!
^^