1 de julho de 2008

Diário de uma sobrevivente!

Permissão para postar sobre minha vida particular inútil:
☻Sim
☻Não

Se você respondeu sim, ótimo.
Se você respondeu não, ótimo também! Foda-se o que você quer ou não, quem manda aqui sou eu!

"00:28 do dia 1º de julho de 2008.
Após várias intrigas, brigas e "rolos" de um só lugar e em um só lugar(na vida dela), ela perde o sono.
Sua terça-feira começa a mais ou menos 7 horas, mas ela está ali, aqui, lá intacta na frente da pequena tela de plasma. Tendo a mais profunda e última discussão sobre o problema todo com a pessoa que se diz que não tem nada a ver com ele.
Pois é, ela encontrou a pessoa errada para discutir um tema não muito interessante para qualquer um.
Ounvindo bateria, duas guitarras e contrabaixo em seus ouvidos, Give me Novocaine toma conta de sua cabeça e a faz parar tudo o que está fazendo para dar atenção a música. Somente a música. Que a leva a um lugar onde nunca esteve antes nessa devida hora.
Pega seu casaco preto, penteia o cabelo, prende-o "meio a meio". Pega sua chave reserva e sai pela porta da frente sem fazer nenhum barulho.
E ela sai. Sem destino algum ela sai. O frio não é muito, mas o barulho da rua é intenso.
Logo na esquina do mesmo quarteirão ouve-se gritos desesperados de alguém que precisa urgentemente ser amada da devida forma. A voz dela é tão ofegante que ela sabe que não quer dizer todas aquelas palavras, mas a raiva a consome, deixa-a totalmente cega ao ponto de não ver os três filhos na beira da calçada assistindo de camarote toda aquela sena.
-Talvez não tenha sido a melhor idéia se deixar levar pela música "sujeita" do texto.
É, talvez.
Mas então ela continua. Um, dois, três passos para lugar nenhum. Procura não erguer a cabeça na qual pensa bilhões de coisas em milésimos de segundos. E nada faz sentido porque ela não consegue encaixar cada pensamento no seu devido lugar, eles são muito rápidos. - O meu Deus como são rápidos! E grandes. E mesquinhos ao mesmo tempo.
Pensamentos que não deveriam estar ali.
-Ora pensamento inútil! Saia dai, deixe espaço para quem realmente precisa estar ai. Para o que eu realmente preciso pensar!
Mas, desse jeito ela continua a andar, a andar e a andar. Olha para cima, vê o céu estrelado mas não consegue ver as estrelas. Por quê? O que há de errado?
Com seu Malboro entre os dedos ela não sabe mais o que deve ou não deve fazer. O que é certo e o que não é certo.
O que ela faz para todos esses fantasmas saírem de sua cabeça?
Eis que então uma pequena luz lhe aparece a frente. Depois de todos os passos dados ela consegue enxergá-la. Enxerga-la mas não alcança-la. Mas ela sabe que ela está ali. Já é o bastante. Ela está ali esperando que ela chegue cada vez mais perto e mais perto.
E então ela vê que não passou da esquina de sua casa. Estava ali, sentada o tempo todo com uma caixinha preta na mão guardando todas as suas lágrimas.
E ela volta para casa.
Fecha a porta do mesmo jeito que abriu e volta a sua tela de plasma.
E escrever sobre nada é o que ela mais quer já que isso não lhe trouxe o sono. Mas lhe trouxe de volta a Terra."


em off:- você pode saber de quem eu estou falando, mas você não sabe. Ela fala com a outra, mas ao mesmo tempo com ela mesma. Talvez a outra seja ela. Talvez ela seja a outra. Ou talvez simplesmente ninguém nessa história exista. Mas prestem atenção: o que quiser fazer, faça sem ter medo do que pode acontecer. É só saber realmente o que está fazendo e seguir em frente! Há sempre uma Luz te esperando. Só saber como chegar lá!-

ps: não, pela segunda vez eu falo: Eu não fumo e não, não tenho um Malboro. É só pra história ficar original hahá.
Estou com insônia, não consigo durmir e só pra quebrar a fase " você sabia?" do meu blog, postei algo mais meu hoje.
Ou dela? Ou seu?... tenha como quiser.

:**





21 Turistas:

Camilinha disse...

hahahaha então tá se vc não fuma tudo bem HAHAHA MAS PARECE QUE ATÉ GOSTA DA COISA lkdhfasdpiofuadsr
é o segundo post seguido que leio que fala sobre o cigarrinho hahahaha

Aiiiin nada de Japones eim flor hahahhaa Casa com um mestiço! Quem sabe não seria diferente?1 skdjfpsaoid

BEIIIIJÃO

Camilinha disse...

CABEI DE TE ADD NOS FAVORITOS! =]

Milena Gouvêa disse...

Oi lindona! Olha, não tenho o conhecimento de causa necessário pra entender completamente o texto, mas acho que deu pra pegar a essência. E, pode acreditar, eu já me senti assim também várias vezes, perdida em mim mesma.
Adoro isso aqui.
Tem texto novo no meu blog :)
Beijão boneca.

Mau Camus disse...

Quando escrevo tenho a sensação de estar indo à algum lugar. Só não sei se é à Terra. rs
Agradeço o elogio ao meu texto, baby. E, sim, ele é de minha autoria. Todos os textos no Memórias de um Lord são meus. Já que gostou do que leu, aproveita e dá uma olhada nos outros. Espero que goste.
Estarei aparecendo por aqui também.
Bjos

baah disse...

aaaaaaah, tá!
vc nao fumo um malboro nao foi outra coisa neeh?
hahá
piadinha sem graça neh !
mais enfim!
São Paulo go go go !


vamos embora daqui, que passaremos as nossas noites de insonia juntas !
ié baibe ié!


te amo (L)

Suzy disse...

:)

Eu acho taum incrivel como vc gosta de complicar.."Ela fala com a outra, mas ao mesmo tempo com ela mesma. Talvez a outra seja ela. Talvez ela seja a outra."

:O

Vc me confundeee Daia...
Mais acho tudo taum profundoooo!
Quer dizer tanto e ao mesmo tempo nada!

No começo pensei q tava falando de vc..depois pensei q tava falanu da musica...depois nem sei mais o eu pensei..desisti de pensar e ler prestando atenção msm sem saber de qm vc falava ¬¬

Eu amo ler as coisas q vc escreve!

:)

E mais uma vez...
È uma emoçãooooo ter uma amiga futura jornalista..ou qq coisa q se ha nessa area!

Amooooooooo Vc!

Débora disse...

Olá,Daaia

Escolheu a profissão certa mesmo!Vc escreve muito bem!Adorei...Sim..pode ser pra vc ,mas tb pode ser pra mim..

Olha.vou te linkar e te encaixar na homenagem..Volte,por favor..

bjs

Cib R. disse...

o msn ta lokis, e eu tive que ir ver minha mae no aeroporto ._.
sorry

raai. disse...

sabe me identifiquei ;x
e bem, troca só a caixinha preta por uma de sapatos de diversas cores \o
:D

e é verdade, sempre tem uma luz.
:D
te linkei, tem problema? :$
:*

Victinhu disse...

Acho que não entendi nada. hehehehe Mas tudo bem. Curti o seu blog, muito bem organizado.

Idylla disse...

uhuuulll q texto perfeito, doreii!!!!
E pode contar com minha companhia qndo vier p/ Bahia, só os lugares bala huauauahua, só os melhores!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Bjãooo =*

Paulo Arruda disse...

Pra ajudar no teu pensamento do em 'off'...
eh muito bom pensar assim
e melhor assim é saber que vc realmente pensa.
Devemos FAZER somente o que temos vontade, devemos fazer somente o que realmente nos deixa feliz.
Só assim encontraremos um pouco da tal felicidade;

Talvez a pequena tela de Plasma proporcione isso, talvez não.
Depende dos olhos com que a vejam.

-


ei eii ..
to favoritando aqui tah ?
;*beeijo

NANDO DAMÁZIO disse...

Bem, ainda bem que você não fuma né ..
E adorei o recadinho direto no início do post, hehe ..
Passando pra conhecer o blog, volto mais vezes ..
Abraço !!


www.amelhornoveladetodosostempos.blogspot.com

A n i n h a a disse...

ficou muiito bom o texto

adorei *-*
acho que me identifiquei bastante, tenho alguns problemas de insônia tbm ¬¬
e vc me ajudou a lembrar que eu preciso sair andar e fumar um cigarro qualquer dia frio dessas férias (siim, eu gosto do frio), mesmo não tendo o costume de fumar ><

beiijos

Nina disse...

Tá legal... vc não fuma;;;

bebe?? huhu

Beautiful Stranger disse...

sem exageros, apenas sincero 'demais'...

;)http://strangerbeautiful.blogspot.com/

Pedro Favaro disse...

certeza que vc não fumou NADA para escrever seu post!?
Ficou profundo!

bj

Cámila disse...

gahahadklfashoir
então para de ficar pondo o cigarrinho nos posts.. haha

ah e sobre os jornais...
HUNF... TEM QUE TER MAIS ALEGRIA...!!! PQ O MUNDO NÃO É SÓ TRAGÉDIA NÉ!! Rum..

Okay nao se preucupa em linkar não hahaha eu te linkei pq vc tá sempre aki né =]

BEIIIIJO FLOR!

Nathália disse...

Mais uma vez tô comprovando que a insônia rende ótimos trabalhos.
Rsrs

Beijo!

Camilla disse...

Sabe que eu acho que os melhores posts acontecem em noites de insônia? Comigo é sempre assim...

Beijos Daia!!

Lomyne disse...

Não fossem os filhos, eu diria que postou algo meu... enfim, é boa a história, mas tb é boa a fase "você sabia"...